Gerenciamento financeiro - Sua empresa faz bom uso do gerenciamento financeiro em 2021?

O gerenciamento financeiro bem realizado traz visibilidade para todos os processos dentro do seu negócio propiciando segurança e estabilidade financeira. A relação que sua empresa tem com o dinheiro impacta diretamente para o sucesso e alcance dos objetivos.

Diante da crise financeira que estamos vivendo, das consequências que a pandemia trouxe, as empresas sofrem com o desabastecimento de matérias primas, o que acarreta para todos os setores mais custos tanto na produção como na revenda de produtos e serviços.

Cada vez se torna mais importante mensurar os custos, na crise as empresas precisam trabalhar com margens de lucro bem apertadas para que seus produtos e serviços não deixem de ser competitivos.

Além disso, as contribuições tributárias no Brasil, os custos operacionais, os encargos sociais se não forem bem definidos podem trazer muitos prejuízos para os negócios.



1. Organização financeira

Se a sua empresa não faz um bom gerenciamento financeiro em 2021, está na hora de você entender o gerenciamento financeiro para mudar essa triste realidade, que provavelmente está colocando seu negócio em risco.

Mas quando se fala em gerenciamento deve-se pensar também em organização, sim, porque o gerenciamento financeiro depende de muita organização para dar conta de tantos controles e metas.

Uma plataforma CRM é uma ferramenta que vai auxiliar na organização, na captação de clientes, de recursos, também será uma aliada na gestão financeira do seu negócio, pois ele vai ajudar a otimizar os serviços cotidianos.

Você precisa compreender que tudo que se faz em um negócio gera algum tipo de despesa, seja com a luz, o aluguel, com matéria prima, com funcionários.

É claro que as despesas também geram lucro, se bem administradas, aliás os custos são as despesas necessárias para manter a produção do produto ou serviço que seu negócio pretende vender.

O gerenciamento financeiro permite ao administrador gerenciar os recursos da empresa de modo a criar as condições favoráveis para o crescimento das receitas e a diminuição das despesas, ele planeja, controla e analisa todos os processos do negócio.

Além disso, o gerenciamento financeiro administra o patrimônio total da empresa, investimentos, empréstimos, financiamentos, todos os investimentos e transações financeiras do empreendimento, analisando os pontos positivos e negativos, de modo a identificar as falhas e os possíveis pontos de melhoria.

2. Metas de sucesso

Aplicar o gerenciamento financeiro exige do administrador um planejamento que seja coerente com os objetivos e metas que correspondam à realidade do negócio, considerando as métricas para acompanhar o resultado das ações tomadas, e para possíveis necessidades de mudanças.

Muitas vezes é mais fácil usar uma plataforma de gestão financeira para auxiliar sua empresa a ter sucesso nesse processo, que exige medidas que devem ser combinadas para gerar controles de dados que exibam a realidade financeira do negócio.

A plataforma usa softwares para otimizar as tarefas, e traz agilidade para os processos de organização das informações e análise dos dados, promovendo mais flexibilidade e assertividade ao administrador na hora de tomar as decisões.

Existem três pilares essenciais para aplicar o gerenciamento financeiro no seu negócio:

  • Planejamento financeiro - prepare o seu negócio para resistir diante de possíveis problemas, como a crise econômica que se instalou com a pandemia, por exemplo, para saber o momento de expandir as frentes do negócio, ou reduzir custos operacionais, acompanhamento do capital de giro, apuração periódica dos resultados, controle de estoques.

  • O uso de ferramentas financeiras – são os controles, desde planilha de Excel até um software capaz de armazenar os dados financeiros para futura análise do fluxo de caixa que é o controle das entradas e saídas de dinheiro da empresa e que permite compreender a realidade financeira do momento, como também fazer projeções para momentos futuros.

  • O controle do orçamento – ferramenta que garante a eficácia nos gastos dos recursos utilizados nos setores da empresa pelas equipes e gestores.

Para aplicar um bom gerenciamento financeiro deve-se analisar a situação financeira atual do seu negócio, todos os dados financeiros devem estar disponíveis e atualizados, crie uma rotina para avaliar suas receitas e despesas.

A partir desses dados obtidos no fluxo de caixa, faça o diagnóstico financeiro semanal, mensal, trimestral e crie um planejamento estratégico dependendo da situação financeira de contenção de gastos ou de investimentos.

Além disso, para definir as metas para objetivos futuros, primeiro você deve conquistar uma certa independência financeira em seu orçamento, ter um fundo de reserva, para aquelas situações inesperadas, lembre-se que não existe um negócio sem capital, para fazer investimentos precisa ter segurança financeira.

3. Receita de sucesso

Vivemos e convivemos com outras empresas concorrentes em um mercado extremamente competitivo, quando existe equilíbrio financeiro as receitas cobrem os custos, mas somente isso não garante o sucesso financeiro do seu negócio, sobreviver não é ter sucesso, é preciso ter lucro, gerar renda.

O gerenciamento financeiro impacta no bom funcionamento do seu negócio, pois permite a análise de possibilidades, criar estratégias para diminuir os custos, aumentar as vendas e aplicar as receitas nos lugares certos.

Através do gerenciamento financeiro sua empresa pode mensurar todos os custos na produção do seu produto inclusive na gestão dos custos tributários, reduzindo as possibilidades de enganos ou equívocos na hora de pôr o preço final para a venda.

Ele dá visibilidade aos problemas para que assim você tenha a possibilidade de lidar com eles.

Há três benefícios muito marcantes no gerenciamento financeiro:

  • Controle de dados e informações – contribui de forma significativa para a tomada de decisões rápidas e assertivas.

  • Redução de custos - você tem mais informações sobre despesas, então fica mais fácil eliminar gastos desnecessários ou ajustar custos operacionais.

  • Agilidade operacional – com as informações disponíveis torna- se mais fácil agir para resolver problemas, tornando a parte operacional mais ágil em seu faturamento, nas cobranças, nas vendas, nas entregas dos produtos.

Enfim, o gerenciamento financeiro impacta em todos os setores da sua empresa porque lida com todas as operações, analisa as vendas, a contabilidade das notas fiscais, avalia o tamanho do estoque, o funcionamento do fluxo de caixa, como compras, pagamentos a fornecedores e funcionários.

Os recursos humanos também precisam ser acompanhados de perto pelo financeiro, os salários, bonificações, auxílios, férias, 13º, treinamentos, seleções, demissões, terceirizações são tarefas que se mal administradas podem gerar muitos prejuízos.

Tudo que é feito dentro do seu negócio deve ser planejado, analisado, verificado, previsto e esse é o trabalho do gerenciamento financeiro.


3 visualizações0 comentário